sábado, 25 de abril de 2009

Motos Flex no mercado

---------------



Foto: Honda (www.titanmix.com.br)
-----------

Já estão no mercado as motos com tecnologia flex. Comercial e mundialmente, a Honda saiu na frente com a Titan 150 KS Mix (foto), a primeira moto bicombustível do mundo. Ela teve lançamento no início de março desse ano de 2009 e já está fazendo sucesso entre os consumidores. Seu preço, em média R$ 6.300, era o esperado, porém, chegou a assustar alguns dos pretendentes. Mas, podem acalmar-se, pois, com o tempo, esse valor já não parecerá ser tão alto, assim.

A Delphi Automotive Systems do Brasil, por sua vez, apresentou o protótipo da AME GA, uma street de 300 cc que será fabricada pela Amazonas do Brasil e que poderá ser vista em breve nas ruas das principais capitais brasileiras. Não há, ainda, informações sobre preço e número de modelos inicialmente lançados à venda da AME, que foi apresentada no I Salão de Motocicletas de São Paulo, em outubro do ano passado. É esperar para ver.


A AME GA promete economia de 25% de combustível

5 comentários:

Ranier disse...

mais eu não vejo mta vantagem numa moto a alcool, uma vez que não tem o consumo tão alto. Outro ponto é que no frio as motos a gasolina, já gostam de engasgar, como fica no alcool? alguém já testou?

Ranier disse...

Agora por outro prisma,
como fica a questão poluição, essa motos flex, poluem menos?

Marcio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcio disse...

As motocicletas honda que possuem a tecnologia mix não tem nada de flex, pois não possuem reservatório de gasolina para auxiliar na partida a frio.

Mozart F "Malluko" disse...

Caro Marcio, a informação que tenho a respeito é a seguinte:

"A Honda usou o nome Mix porque com termômetros marcando menos de 15 ºC é preciso ter pelo menos 20% de gasolina no tanque, pois não há reservatório desse combustível para partida a frio, como nos carro. Uma central eletrônica opera com quatro programações, conforme o combustível ou mistura presente no tanque. E o painel traz duas lâmpadas, que indicam a necessidade de 2 ou três litros de gasolina no tanque (para 16,1 litros)."
Fonte: O Estadão