quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Suzuki V-Strom 1000

-------------------------------------------------------
De cara, ela já tem imponência de sobra. Você não sabe ao certo se está olhando para uma megatrail ou se para uma esportiva com ares de trilha. Não tem problema, porque a V-Strom serve para isso e muito mais.
É claro que meter uma 1000 cc dessa estirpe em trilhas que normalmente se faz com motores menores e motos mais leves, é um pecado de sérios agravantes. Você não arriscaria colocar sua moto de R$ 40 mil pra levar pancada, não é? Mas, vamos aos dados técnicos dessa maravilha da Suzuki.

A DL 1000 V-Strom foi inicialmente lançada em 2002, segundo o site Susuki Cycles. Já em seu lançamento, obteve sucesso imediato, dado não só a marca de seu fabricante, como também o estilo arrojado com o qual ela sempre foi produzida (foto à direita). De lá para cá, poucas diferenças foram sendo atribuídas aos modelos, a cada ano. Alguns poucos milímetros - 5, apenas - separam, por exemplo, a altura do primeiro modelo para os lançados a partir de 2004. As primeiras possuíam 1340 mm (ou 1,34 m) e as atuais, 1335 mm (1,335 m). As principais alterações, contudo, foram mesmo nas carenagens e na diversidade das cores.
A DL 1000 V-Strom possui motor DOHC de 8 válvulas, V-Twin com 90º, 996 cilindradas refrigerado a água, que produz até 98 hp de potência a 7500 rpm. Seu torque, de 101 Nm@6400 rpm é um dos mais fortes da categoria, o que faz dela uma motoca sem muitos músculos, mas muito forte.
Na estrada, é possível que ela faça em torno de 17 km/litro de gasolina, dependendo, é claro, da velocidade que o motociclista a conduz. Sabemos bem que, passou dos 120 kmh/h, qualquer veículo começa a devorar combustível, saindo dos patamares aceitáveis para o cálculo de consumo. Mesmo assim, podemos dizer que ela deve fazer, ainda, cerca de 13~14 km/l.
----------------------------------------------------------
A V-Strom modelo 2009. Moto para ninguém botar defeito.



 Os novos modelos são equipados com um Sistema de Ignição Digital, que garante um timing perfeito entre os cilindros durante a partida. Maior eficiência, menor desgaste do motor. Seu sistema de injeção eletrônica, o qual foi batizado de Suzuki Dual Throttle Valve System (SDTV), foi criado pelos engenheiros da Suzuki e sua função é otimizar a entrada de ar e manter o torque fiel, mesmo em baixa para média rotação do motor.
Para reduzir a emissão de gases poluentes na atmosfera, a V-Strom vem equipada com o PAIR, além de ser equipada com catalisador (alguns modelos). Os cilindros do motorzão são produzidos com materiais que, além de diminuírem a cubagem dos mesmos, reduz em muito o calor produzido por eles, por dissipá-lo com maior facilidade.
-------------------------------------------------------------
V-Strom: 996 cc e 98 hp. Força, velocidade e conforto garantidos.



 Seu tanque possui capacidade para 19 litros de gasolina, o que lhe rende uma autonomia de cerca de 315 quilômetros (lembre-se: abaixo dos 120 km/h). Nas estradas brasileiras, uma ótima autonomia, já que podemos contar com postos de gasolina nesse percurso. E, falando em estradas, segundo a opinião de alguns proprietários, é uma das motocicletas que mais conforto oferecem nas viagens, tanto para o piloto quanto para o(a) passageiro(a).
As rodas da V-Strom 1000, produzidas a partir de alumínio leve, suportam pneus de 110/80 R19 na dianteira e 150/70 R17 na traseira. Ótimo balanço e pilotagem segura.

O valor da V-Strom no Brasil está na casa dos 42 mil reais. Motos usadas podem ser encontradas na casa dos 20 mil, dependendo do ano e do estado de conservação. Se vale a pena? Tente um test-drive e verá.
Moto-abraços.

Fotos: Divulgação.

10 comentários:

Eugênio Ribes Wahast disse...

ola que tal uma parceria? meu blog é o http://tudosobreasuzuki125yes.blogspot.com/ coloca meu link ai e eu coloco teu link aqui.
eugeniorw@yahoo.com.br

Anônimo disse...

E QUEM PODE COMPRA UMA JOIA RARA DESSA DEVE SER MUITO FELIZ POIS NUNCA TIVE A SORTE DE ANDAR NUMA MAIS JA TIVE SORTE DE VER DE PERTINHO UM SONHOS DESSES QUEM SABE UM DIA EU NÃO CONSIGA PARA DE SONHAR E PODER COMPRA UMA MAIS SONHAR NÃO FAZ MAL A NINGUEM UM ABRAÇO DE UM APAIXONADO POR SUZUKI
{galegocoatio@hotmail.com}

Anônimo disse...

Anonimo ,amigo não desista dos seus sonhos. lembre senpre em Deus permaneça fiel a ele,e com certeza ele te dará a vitória, eu sou apaixonado por essa moto, até o meio do ano irrei comprar uma tenho tenere 250cc vou vender,e lembre-se sonhos,...sonhos são feitos para serem realizados,abraços!!!! irmão fica com Deus..

Sandro Zimmermann disse...

Estou com uma Vstrom DL 1000 ano 2015. Moto muito show ... leve ... ciclística espetacular ... e muito econômica. Andando a 120 ... 130 ela faz média 19km/L .... muito incrível a economia dessa moto. Estou escrevendo porque me falavam e não acreditava. A Suzuki reduziu peso dessa moto ... ficou um doce comparada a DL 2009 (boa também mas um pouco mais pesada que o modelo 2014). Vem com controle de tração (já testei nota 10) ... ABS ... e um conforto que só as V Stroms possuem. Aprovadíssima !!!

Mozart Forasteiro disse...

Sandro, obrigado por compartilhar isso com a galera. Sou estradeiro, mas, confesso minha paixão e vocação em ter uma VStrom, aliás, pra mim, esse é o conceito de estradeiras. :) Motoabraço e boas estradas!

Anônimo disse...

pessoal, a minha DL 1000 ta apresentado dois problemas: o motor começou a vibrar nas trocas de marcha, qdo está entre 3.000 e 3500 RPM.. E tb qdo está a 140 km começa a falhar muito! qdo reduzo a velocidade e diminuo as marchas, ela falha menos... mas continua falhando. Então tenho que parar, aguardar uns minutos e dar a partida de novo... É como se não tivesse acontecido nada, ela funciona normal...! Mas depois de uns kms acontece tudo de novo.. Alguem aí conhece este problema? Alguem tem uma sugestão??
Aguardo. Clovis Mesquita Filho

José Carlos disse...

Tenho uma shineray ela só tá pegando no kike,dou umas voltas tem vez que ela pega mais tem vez que não que pegar d geito nenhum:obs:já troquei velas,discos do kike e não resolveu nada!quem poder mim ajudar desde já agradeço!!!

Anônimo disse...

bom dia queridos amigos
tenho uma crf 250x 2005 a moto pega no pedal di boa , mais não tem faísca na vela com partida elétrica .
alguém pode me ajuda?

Anônimo disse...

Anonimo, já verificou a campana?

Motocicletas disse...

Motocicletas da Suzuki são incríveis... sou apaixonado pela minha CBX-S1000A.