quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

A nova Shadow 750 2011: rebuscada na 600 cc

------------------------------------------------------------


Depois que a Honda viu suas vendas caírem com o lançamento da versão 750 cc da Shadow, os diretores e engenheiros se reuniram para encontrar uma solução para esse problema. A resposta veio rápida: por que não redesenhar a 750, baseando-se nos moldes de sua antecessora, que fez tanto sucesso? E assim foi feito. A nova Shadow 750 está bem diferente e mais ao gosto dos estradeiros brasileiros.
Na verdade, o modelo já existe, mas nos mercados norte-americano e europeu, onde também faz sucesso. O que aconteceu, aqui, em 2004, época do lançamento da 750, foi que os engenheiros acharam melhor trabalhar com o modelo clássico, talvez, para justamente diferenciar do modelo mais custom que a 600 oferecia. Mas, ao invés de melhorar, o que parece ter acontecido foi uma queda nas vendas, mesmo porque, outras marcas lançaram motos espetaculares para a estrada e, ao mesmo tempo, que ofecerem facilidades nos trechos urbanos.

A nova Shadow acomoda melhor ainda as pessoas
de baixa estatura e agrada também o público feminino, devido à
diminuição de sua altura em 1 cm e o estreitamento do banco do piloto..
 


Os pneus adotados na 750 possuem medidas de 120/90-17 na dianteira e 160/80-15 na traseira. Esta última foi mantida, mas a dianteira foi alterada para 90/90-21, ou seja, pneu mais estreiro e roda mais alta, já de cara, retomando o estilo mais chopper da sua antecessora.
Outra novidade está no freio Combined-ABS. O sistema, que é sinônimo de segurança sobre duas rodas, reúne os benefícios do ABS (Anti-lock Brake System) e do CBS (Combined Brake System). O primeiro evita o travamento das rodas em frenagens bruscas, facilitando o controle do veículo; o segundo distribui a força de frenagem de forma eficiente entre as rodas dianteira e traseira. O sistema faz parte do freio a disco traseiro, que substituiu o anterior disco a tambor, e fornece maior segurança na hora de parar essa monstrenguinha de 235 kg.

O freio a disco traseiro vem equipado com o C-ABS, que confere a esta
estradeira maior segurança nas frenagens.

A Shadow 750 havia substituído as pedaleiras pelas plataformas, já que segue o estilo Classic com vigor. Agora, em sua nova versão, as plataformas deram lugar, novamente, às tradicionais pedaleiras. Para dar um ar ainda mais chopper a esta versão, os paralamas ficaram mais estreiros, acompanhando, especialmente, a roda e pneu dianteiros, e seu farol um pouco menor.
Para reforçar a segurança, foi instalado o sistema H.I.S.S. (Honda Ignition Security System), um componente imobilizador de proteção contra furto. Com esse sistema, que identifica a chave por um chip eletrônico, somente a original tem capacidade para acionar o motor. Poderá haver, com isso, um certo desconforto para o proprietário, caso perca a chave original. É importante lembrar-se de possuir ao menos duas cópias a mais, além daquela que vem com a motocicleta. A tecnologia, no entanto, é considerada um dos grandes diferencias da Honda.




A Shadow 750 conta com injeção eletrônica de combustível PGM-FI, um sistema avançado que proporciona menor consumo de combustível e menor emissão de gases poluentes, além de dar respostas rápidas ao toque do acelerador.
O conjunto visual foi o que mais sofreu alterações na nova versão da Shadow 750. Assim que se bate os olhos nela, dá pra ver que seu estilo foi bastante modificado. Em relação à altura do chão, à posição do piloto e ao seu conforto, a nova Shadow oferece mais: seu banco foi levemente estreitado e ela ficou um pouco mais baixa - 65 cm, contra os 66 cm anteriores -; a distância entre eixos foi aumentada de 1,639 para 1,655 m, enquanto que a relação comprimento x largura x altura é de 2,430 x 835 x 1,125, contra os anteriores 2,503 x 920 x 1,125 m anteriores. Em números, parece pouca a diferença, mas, na prática, a estabilidade e a ciclística são outras. De fato, em termos de ciclística, a nova Shadow é bem mais ágil e fácil de ser pilotada, mesmo por iniciantes na categoria.




Toda a sua potência, resistência, robustez e baixa manutenção concentram-se no motor OHC (Over Head Camshaft), de 745 cm3, quatro tempos, dois cilindros em “V” de 52º e arrefecimento a líquido. Com potência máxima de 45,5 cv a 5.500 rpm e torque de 6,5 kgf.m a 3.500 rpm, a moto é ideal para as longas viagens, apresentando um ótimo desempenho em ultrapassagens e subidas longas.
O câmbio de cinco velocidades não requer trocas constantes das marchas, especialmente, devido ao alto torque. E a transmissão por eixo-cardã proporciona respostas imediatas com maior eficiência, baixa manutenção e conforto, por causa da ausência de ruídos mecânicos e vibração do conjunto.


Outra diferença notável está no conjunto traseiro, mas confere à parte da
Shadow 750 um ar mais esportivo.

 Seu chassi é do tipo berço duplo de aço e assegura elevada resistência a torções, com melhor dirigibilidade. A suspensão dianteira telescópica, com curso de 115 mm, e a traseira duplo-amortecida, com cinco posições de ajuste da tensão da mola, oferecem comodidade no uso com garupa. A bateria é de 12V – 11,2 Ah e selada, dispensando manutenção.


Roda dianteira maior - aro 21 - é uma das modificações necessárias para
trazer a Shadow de volta ao estilo custom/chopper.

 O modelo está disponível nas cores preta e vermelha metálica, ao preço público sugerido de R$ 28.880,00 para a versão Standard e R$ 31.880,00 para a versão C-ABS (valores baseados no mercado paulista e não incluem despesas com frete e seguro). A garantia é de um ano, sem limite de quilometragem.
Uma coisa é certa: para aqueles apaixonados pela velha 600 cc e seu estilo mais "arrogante",  e que não tenham visto na primeira versão da 750 algo que pudesse substituir a menor, agora é a hora de fazer a atualização, pois é como se estivesse trocando não só o motor, mas também atualizando-se em termos de visual, sem, contudo, deixar a categoria preferida para trás.







Fontes:
http://www2.uol.com.br/bestcars/motos/honda-biz-125-shadow-750-2011-1.htm
http://www.motonline.com.br/testes/teste-chopper.html
http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/Motos_Conteudo.vxlpub?hnid=45056
http://fastmotos.com/2011/01/lancamento-shadow-750-com-visual-renovado-e-freios-c-abs/
Fotos: Divulgação

23 comentários:

Anônimo disse...

muito bonita
mais segura
mais potente que a 600 cc

adeus 750 antiga

mauricio
leme sp

Marcos - SP disse...

Muito bonita.

Anônimo disse...

MUITO CARA!

POR ~25 MIL LEVA-SE UMA KASINSKI MIRAGE 650
QUE TEM QUASE O DOBRO DA POTÊNCIA,

UM VISUAL MUITO MAIS COOL,

SUSPENSÃO INVERTIDA,

DISCO DUPLO NA DIANTEIRA,

MUITO MAIS LINDA,

ETC...

É, A HONDA ESTA MESMO FICANDO PARA TRÁS....
... SÓ TEM VELHARIA RECAUCHUTADA/ENJAMBRADA.

PELO MESMO PREÇO LEVA-SE A YAMAHA, QUE TAMBÉM É MUITO MELHOR!

Anônimo disse...

DragStar ainda é mais bonita

Anônimo disse...

Drag_ sem refrigeração sómente aletas enorme no motor, refri é agua amigos não tem jeito

Anônimo disse...

Tenho uma Shadow 750, a tava esperando p ver a nova mas foi uma decepcao, enquanto as outras marcas mudam p melhor a Honda conseguiu diminuir moto , botou um motor 750 na carcaça da 600 ( regridiu), vai perder mto cliente .

Mozart Forasteiro disse...

Sério, mesmo? Vc não gostou da nova Shadow 750???

Jcarlos disse...

Para surpresa dos apaixonados pela beleza. Nas concessionárias européias. A Shadow 750 C-ABS é comercializada na Espanha por 9.000 euros, um pouco mais de R$20 mil reais. Neste país Brasil, nossos sonhos deixados para manutenção da corrupção dos políticos, individualistas, através dos arrochados IMPOSTOS.

Anônimo disse...

KASINSKI oque e isso marca de ração pra ca cho rro?
o cara vem querer comparar honda com KASINSKI vai si tratar .

guto disse...

Curto as 3 versoes sao otimos projetos ,tenho uma 600,acho q a honda deveria apenas investir mais no seguimento custom /chopper pois o mercado nacional nao oferece muitas opçoes,por ex,montar outras versoes e modelos em cima da plataforma da 750 ou ate um motor de maior cilindrada .... abraços

Anônimo disse...

Após ler os comentarios nao sei se choro ou dou gargalhadas, primeiro nao se compara Honda com Kasinski, na questão de preços também acho caro más estamos no Brasil e aqui temos infinitos valores de taxas para o governo, então a solução é comprar e experimentar, e quem mete o pau é pq nao tem dinheiro para pagar, entao anda de motinha, abraços.

Anônimo disse...

pelo mesmo preco se compra uma harley davidson pouco rodada de 1200cc ou ateh mesmo 1600cc, muito mais motor e prazer pra digirir. sem contar q vc nao vai kerer saber das outras marcas q tentam compiar mas nao conseguem igualar. nunca ouvi falar de alguem q ja teve uma harley davidson. soh existem os q tem e os q kerem ter. kem realmente entende de moto sabe o q toh falando.

Anônimo disse...

tah muito caro pro que a moto tem a oferecer. o preco q a honda tah pedindo no modelo com abs - 32 mil - mais 10 ou 12mil se compra a harley davidson blackline 1600cc. e parece q a honda tentou copiar a blackline. soh q bem piorada e com um motorzinho.

Anônimo disse...

pow o cara tah falando de ter dinheiro pra pagar? se a moto valesse o valor isso nao seria impercilio

Anônimo disse...

nao se compara honda com kasinski, muito menos harley davidson com honda. entao paga mais de 30 mil por uma motinha de 750cc. vai comprar uma harley davidson. realmente com 40 mil vc compra uma HD nova e q vc nao vai ter q se desvazer pq ja estah uma moto obsoleta, motor q ja nao impressiona mais e ultrapassada. realmente uma HD de 1600cc vai ser pro resto da vida e ainda passada pros filhos curtirem estradas com ela

Anônimo disse...

A honda tem coragem de pedir 28mil numa moto 750cc? mesmo depois da Harley davidson ter anunciado abrir varias consercionarias pelo brasil? com 28 mil se compra uma harley davidson 883 iron de 900cc com muito mais tecnologia, acabamento e sem contar q eh uma Harley Davidson.a shadow 750 deveria ser no maximo 20 mil

Anônimo disse...

Tenho uma Shadow 750 - 2011 Vermelho Metálico.
Ótima moto... Não me arrependo da compra.
Só acho muito estranho alguns defenderem com unhas e dentes,
certos fabricantes.
Não defendo a Honda, nem os outros fabricantes.
Apenas tenho uma e gostei da moto.
Valeu cada real dos R$ 30.350,00 que paguei.
Só mais um detalhe... A Harley que é a paixão de muitos,
tripida até com o motor desligado.

Anônimo disse...

concordo com vc....todas as pessoas teriam que ter coragem pra publicar isso que vc publicou.só assim os puliticos criam vergonhs na cara!

Anônimo disse...

É UMA PENA A HONDA TENHA LANÇADO ESSA NOVA SHADOW, SEM MANTER A ANTERIOR. NA MINHA OPNIÃO A HONDA DEVERIA LANÇAR MAIS DE UM MODELO DA MESMA MARCA, COM FEZ A KAWASAKI. ELES OFERENCEM VARIOS MODELOS DE CUSTOM. ME DESCUPEM MAS A HONDA REGREDIUU E MUITO COM ESSA MOTO. ESTOU ESPERANDO UM NOVO MODELO PARA TROCAR A MINHA. VAMOS HONDA ESSE MODELO NÃO ESTA COM NADA...

Eduardo disse...

Único motoqueiro sensato(que não é "hater") que vi ao longo dos comentários, gostei do seu ponto de vista.

Unknown disse...

Parado no trânsito em minha cidade passa uma HD monstro na minha frente e para no sinaleiro. A vibração é tanta que minha esposa pergunta se não era motor de fusca aquela moto...era tanta vibração que o seca suvaco do cara chaqualhava

Anônimo disse...

A Harley Davidson suas peças são caras e, ultrapassada, não se compara com as novas motocicletas japonesas Honda, Yamaha, Suzuki.

Anônimo disse...

sinceramente, vc não é possível comparar uma Honda com uma Kasinski... tenho uma Shadow 600 faz 7 anos, independente do estilo, do visual, etc, a moto e a rede de assistência é EXAGERADAMENTE confiável. Com certeza vc nunca teve uma Kasinski e nem conheceu alguém que tenha ficado com ela por mais de 1 ano