quarta-feira, 4 de maio de 2011

Mercado de motos registra alta

-----------------------------------------------------------------------------
A frota nacional de motocicletas cresceu 409% entre 2000 e 2010 e hoje conta com 16,5 milhões de unidades. Nesses dez anos, segundo Abraciclo associação que reúne os fabricantes de motocicletas, o Nordeste foi à região que correspondeu pela maior expansão do mercado, com 540%. No entanto, é no Sudeste em que se concentra o maior número de motos. Só no estado de São Paulo conta com mais de 6,7 milhões, o que corresponde a 41% da frota nacional. Os motociclistas paulistas são seguidos pelos mineiros ( 11% e um total de 1.866.148 motos) e paranaenses (6% com 1.071.174 veículos). A região Centro-Oeste tem pouco mais de 9% das vendas de motos no país.
As otimistas previsões de entidade para 2011 são de comercializar 2 milhões de unidades no atacado. Ou seja, 9,5 a mais em relação ao ano passado. Aliás, a produção deverá ter um incremento da ordem de 13,3% e atingir a marca de 2.060.000 de unidades fabricadas no pólo industrial de Manaus (AM).
Contudo, após o turbilhão gerado pela crise econômica mundial, no final de 2008, o setor das duas rodas vem obtendo resultados positivos. No primeiro trimestre de 2011º segmento teve um aumento de 23% nas vendas (atacado) e de 32% na produção de motocicletas. De acordo com a entidade, as vendas das fábricas para as revendas tiveram um aumento de 5% comparado a fevereiro e de 2,5% ante o mês de março de 2010. O setor de duas rodas produziu 533.082 unidades fabricadas e registrou 32,6% de crescimento. Segundo a Abraciclo, o segmento de duas rodas já apresenta índices semelhantes aos obtidos na época pré-crise, em 2008.
 
Fonte: Jornal Correio do Estado – Campo Grande-MS.

Nenhum comentário: