quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Suzuki GSR 150i 2012: estilo único e dinamismo

A Suzuki pretende angariar mais um bom naco da fatia no mercado das pequenas cilindradas. Neste segundo semestre, ela colocou nas lojas a nova GSR 150i, uma moto com design bem cuidado, linhas fortes e inovadoras, sem deixar de lado a tecnologia empregada.


A GSR 150i possui 6 marchas, sendo, até agora, a única em sua categoria. Isso proporciona maior conforto nas finais e, claro, mais economia. Na cidade, raramente, será necessário usar essa marcha, a não ser em vias mais longas. O motor é OHC, de um cilindro e quatro tempos, com eixo balanceador compacto e leve, e graças à eficiência da combustão avançada e eficaz, a GSR150i é mostra-se muito eficiente nessa classe de motocicleta, tornando mais fácil desfrutar da potência e aceleração. Esse novo motor propicia melhor eficiência de combustão, e combustão completa é a chave para uma melhor resposta a aceleração, reduzindo consumo de combustível, bem como a redução das emissões.


No quesito design, a GSR 150i vem com um moderno desenho lateral, na rabeta e lanterna traseira. Seu bagageiro é uma peça única, maciça, de alumínio na cor prata.
Baseada na mesma tecnologia aplicada as motos de grande cilindrada Suzuki, a GSR 150i possui painel de instrumentos acionado eletronicamente sem a utilização de cabos, luz indicadora de falha e diagnose do sistema de injeção de combustível no painel (FI).

No quesito tecnologia, a GSR 150i esbanja qualidades: seu sistema de injeção eletrônica alimenta o poderoso motor de 150cm³, que garante uma suavidade de torque e aceleração com inigualável resposta do acelerador.

O sistema de eixo balanceador do motor, que minimiza a vibração e produz menor ruído, equilibrando melhor potência, torque e aceleração da moto, resultando em maior conforto nas viagens mais longas e economia de combustível.


O sistema de amortecimento traseiro é formado por dois amortecedores hidráulicos e pressurizados a gás, a mesma tecnologia das superesportivas Suzuki, agora com câmara de expansão de óleo externa. Os amortecedores traseiros são equipados com sistema de ajuste rápido de pré-carga da mola, com a facilidade e praticidade do acionamento manual, sem a utilização de ferramentas, e oferecem o mesmo requinte de conforto de algumas motos de grande cilindrada permitindo um rápido e fácil ajuste, como logo após a descida de um passageiro, tornando a suspensão suave ou vice-versa. Isso melhora o desempenho ciclístico completo da moto em todas as situações, com ou sem passageiro, designada a reagir a pequenos solavancos assim como a maiores impactos nas estradas.

Originalmente equipada com cavalete central, que oferece maior estabilidade para a moto quando a mesma estiver em repouso em linha plana, além de facilitar a manutenção com o lubrificante da corrente. É muito útil para trocas de pneus, na lubrificação da corrente e em outros serviços de oficina.

Seu sistema de freio dianteiro, com disco ventilado mordido por pinça deslizante de dois pistões de acionamento hidráulico, garante uma frenagem rápida e segura, enquanto que, o freio traseiro a tambor é equipado com sapatas expansoras de alta eficiência.
 Originalmente equipada com partida elétrica, para oferecer ao piloto praticidade e conforto. O módulo de controle do motor computadorizado controla a gestão poderosa e sofisticada do sistema de injeção eletrônica de combustível, ignição e sistema de redução de emissões de gases poluentes.


E, ainda, o sensor de acionamento de embreagem interligado ao sistema de partida gera maior segurança, não permitindo dar a partida no motor com a moto engrenada.
Entre outras novidades, essa pequena notável ainda possui:
·          Espelhos retrovisores cromados, seguindo o design da linha Suzuki B-King.
·          Peso de guidão cromados.
·          Setas com lentes de cristal e lâmpada âmbar.
·          Tampa do Bocal de abastecimento fixa e articulada, feita em alumínio como nas motos superesportivas Suzuki.
·          Travas para capacete sob o banco.
·          Rodas de liga leve com desenho inovador, que dispensam manutenção e pneus sem câmara.
·          Motor com proteção do cabeçote cromado.
·          PEDALEIRA DO PILOTO retrátil em alumínio e SUPORTE DE PEDALEIRA PARA PASSAGEIRO TAMBÉM EM ALUMÍNIO.
·          DISPLAY DO PAINEL EM LCD digital com brilho indica Hodômetro total e parcial zerável, e indicador de marcha, permitindo fácil leitura ao piloto.

O preço sugerido é de R$ 6.829,00.

Ficha Técnica
Motor
4 tempos, 1 cilindro, 2 válvulas, OHC, refrigeração a ar e sistema de eixo balanceado
Cilindrada
149,5 cm³
Diâmetro x Curso
57,0 x 58,6 mm
Taxa de Compressão
9,1:1
Transmissão
6 velocidades
Sistema de Transmissão
Corrente
Sistema de Lubrificação
Cárter Úmido
Alimentação
Injeção eletrônica
Tipo de Ignição
Eletrônica
Sistema de Partida
Elétrica
Comprimento Total
2.055 mm
Largura Total
730 mm
Altura Total
1.090 mm
Dist. Mínima entre Eixos
1.270 mm
Distância do Solo
165 mm
Altura do Assento
730 mm
*MVOM
132 Kg
Suspensão Dianteira
Telescópica amortecimento hidráulico, mola helicoidal.
Suspensão Traseira
Balança articulada,com amortecedores hidráulicos/pressurizado a gás, mola helicoidal, com ajuste de pré-carga da mola.
Freio Dianteiro
Disco
Freio Traseiro
Tambor
Pneu Dianteiro
2.75-18 M/C 42P, sem câmara
Pneu Traseiro
90/90-18 M/C 57P, sem câmara
Tanque de Combustível
14 litros
Óleo do Motor
1100 ml (com troca de filtro)


Potência Máxima
12 hp (métrico) a 8.000 rpm
Torque Máximo
1,08 kgf.m a 6.000 rpm
Cores
Preta - Amarela - Prata - Vermelha

10 comentários:

osmar disse...

Bom Dia, Mozart!
se a J.Toledo olhar o mercado brasileiro com mais atenção com certeza essa pequena Suzuki daria um bom susto nas CGs da Honda!!
um abraço garoto!

Mozart Forasteiro disse...

Caro Osmar, o mercado existe e está pronto para qualquer marca e modelo. As vendas estão aquecidas, com certeza. E, concordo plenamente contigo, pois basta à J. Toledo investir mais em propaganda, que é a alma desse mercado.

daniel disse...

concordo com mozart tenho uma yes bem amaciada e é dificil perder pra uma titan 150 mesmo sendo com menas cilindrada e 1,2 cv a menos1

EDELCIO disse...

TUDO BELEZA GALERA COMPREI UMA GSR 150I AGORA NO COMEÇO DO MÊS MANDEI EMPLACAR E COMO ESTOU DE FERIAS JÁ FIU LOGO PARA CASA DA SOGRA PASSAR UNS DIAS EM SP, MORO EM BRAGANÇA PAULISTA. MOTO EMPLACADA PÉ NA ESTRADA,EU A PATROA E DUAS MOCHILAS COM UNS 20KLS DA TRALHA, FUI CURTINDO A PAISAGEM SEM APERTAR A MOTO ATÉ O LIMITE E EM 6 MARCHA A 8000GIROS ESTAVA ANDANDO SOSSEGADO A 110KM/H A MOTO NÃO TRIPIDA COM A VIBRAÇÃO DO MOTOR REGULEI O AMORTECEDOR PARA ADEQUAÇÃO DO PESO E QUE SURPRESA A MINHA FOMOS SEM SENTIR NENHUM IMPACTO PELO MOTIVO DE ALGUMAS IMPERFEIÇÕES DO ASFALTO. SURPRESA TAMBEM FOI QUANDO PEGUEI E A SUBIDA ANTES DO TUNÉL DA MATA FRIA ELA SE COMPORTOU MUITO SATISFATORIAMENTE MANTENDO O TORQUE ACHO QUE DEVE SER UM BENEFICIO DA INJEÇAO ELETRÔNICA, EM RELAÇÃO AO CONSUMO AINA NÃO FIZ UMA MÉDIA MAS ELA ESTA COM 270KM E O TANQUE ACHO QUE RODA MAIS 150KM, ME DISSERAM QUE AGORA NA FASE DE AMACIAMENTO ELA PODE GASTAR UM POUCO MAIS? DE QUALQUER FORMA ESTOU MUITO SATISFEITO.

Anônimo disse...

EU COMPREI UMA GSR 150I A MOTO E MUITO BOA ESTOU MUITO FELIZ COM A COMPRA. HA SE VC QUE CORRER COMPRE UMA 1000CC KKKK PORQUE PARA TRABALHAR A MOTINHA VAI MUITO BEM MELHOR QUE HONDA EO MELHOR DE TUDO OS LADROES SO ROUBAO HONDA NAO GOSTAO DESTA MOTO ISTO PARA MIN E MUITO BOM MESMO O MOTOR TRABALHA COM OLEO SEMI SINTETICO ISTO E BOM PARA VIDA UTIL DO MOTOR A MOTO E COMPLETA .RECOMENDO

diego vilela disse...

gostei linda mas as aparencia dela ta com ae yes 125 bnita beto zuzuki obg..!

Anônimo disse...

Pessoal pelo que vi em todos os comentários, o que a suzuki GSR 150 tem a menos que as outras são apenas cavalos. O que ela tem a mais são inúmeros benefícios. Estamos prestes a receber mais uma evolução na categoria de baixa cilindrada.

ADRIANO

Anônimo disse...

COMPREI UMA MOTO SUZUKI GSR150I FAZ 12 DIAS E ANDEI EM TODAS AS MOTOS DA CATEGORIA PARA DECIDIR QUAL COMPRAR. (APACHE, TITAN, FACTOR, RIVA...)

JÁ ANDEI COM ELA MAIS DE 650KM E ELA ESTÁ COMEÇANDO A FICAR AMACIADA, NOS PRIMEIROS 200KM EU FIZ A MÉDIA E ELA ESTAVA FAZENDO 29.57KM/L, AGORA ELA JÁ ESTÁ FAZENDO 32.74KM/L, PELA MINHA PROJEÇÃO AOS 1600KM RODADOS ELA ESTARÁ FAZENDO CERCA DE 36KM/L.
ONTEM INFELIZMENTE ACABEI SOFRENDO UMA QUEDA COM ELA, FIQUEI COM MUITO MEDO POR SER UMA MOTO NOVA NO MERCADO E NÃO TER PEÇAS PARA REPOSIÇÃO, E A MINHA SURPRESA FOI QUE EXISTIAM TODAS AS PEÇAS A PRONTA ENTREGA NA CONCESSIONÁRIA POR UTILIZAR CERCA DE 80% DAS PEÇAS DA YES.

NA QUESTÃO DE SATISFAÇÃO, ESTOU 100% SATISFEITO COM A MARCA, E JÁ PENSO EM PAGAR O CONSÓRCIO DA BANDIT1250 ;)

A MOTO NÃO PERDE EM NADA PARA AS MOTOS HONDA E YAMAHA, PORÉM CADA UMA DELAS TEM SUA PARTICULARIDADE, NAS MOTOS HONDA SENTI MAIS FORÇA PORÉM SÃO MUITO DURAS E VIBRAM MUITO! JÁ A FACTOR TEM UMA MACIEZ SIMILAR A DA GSR POREM NÃO APRESENTA RESULTADO QUANDO SE PRECISA DE UMA RETOMADA DE VELOCIDADE, SEM CONTAR QUE A GSR TEM UM PREÇO MUITO MAIS ACESSÍVEL E É UMA MOTO COMPLETA!

ESTOU MUITO SATISFEITO E INDICO A TODOS QUE ESTÃO A PROCURA DE UMA MOTO CONFORTAVEL, ECONOMICA E COM UM DESEMPENHO ÓTIMO PARA CIDADE.

ABRAÇOS,

RAFAEL AUGUSTO
PRESIDENTE PRUDENTE, SÃO PAULO.

Anônimo disse...

bom dia galera a gsr 150 e otima como tudo novo no mercado deixa a pulga atraz da orelha como a fazer lançada em 2005 todo mundo criticava hoje e a seg moto de media cilindrada mais vendida comprei uma em 2006 rodei 145.000 km so troquei oleo vendi p/ um amigo e amoto ta rodando meu irmao tem uma yes 2007 ta com mais de70.000 nunca deu problema motor suzuk nao quebra

Valdemar Soares disse...

Alguém sabe se existe kit de preparação de motor para a GRS150i.