terça-feira, 31 de julho de 2012

Citycom 300i: o novo Maxi Scooter da Dafra

Foto: Divulgação/Dafra
Dizem que, depois que você pilota uma maxi-scooter, vai ficar um pouco decepcionado com o conforto que sua moto oferece. Chamada de "poltrona ambulante" pelo jornal Estado de Minas, realmente, a Citycom 300i é o tipo de motocicleta que dá vontade de rodar o dia inteiro.
A scooter é originária de uma parceria entre a Dafra e a Sym (Sanyang Motors) e foi projetada para atender ao mais exigente mercado do mundo, o europeu. E, lá, teve boa aceitação, diga-se de passagem.
Seu desempenho é garantido por um motor de 4 tempos, monocilíndrico, OHC, de 263,7 cm³. Possui boa potência para uma scooter, que é de 23 cv a 7.500 rpm. O torque é de 2,4 kgf.m a 5.500 rpm. Só para efeito de comparação, a Fazer 250, da Yamaha, produz torque de 2,1 kgf.m e 21 cv de potência. Segundo testes, ela atinge os 130 km/h com facilidade, o que a torna mais segura em rodovias. Como se vê, até mesmo pelo seu peso (182 kg, em ordem de marcha), tem capacidade para gerar força em média rotação, o que permite uma pilotagem mais macia. Sua partida é elétrica.
Possui transmissão CVT, ou seja, automática de variação contínua, possibilitando infinitas relações de transmissão. A capacidade do cárter de óleo é de 1,2 litros na substituição, ou de 1,4 litros na desmontagem do motor (se e quando necessário). O tanque de combustível é de 10 litros, incluindo 1,5 litro da reserva.
Possui rodas de liga de alumínio de 16 polegadas (maiores que outras scooters) e usa, originalmente, pneus da marca Metzeller, com as seguintes medidas: traseiro: 130/70R16 e dianteiro: 110/70R16. Os freios, dianteiro e traseiro, são ambos a disco com sistema de acionamento hidráulico.
Devido ao motor, a Citycom faz 24 km/litro, mesmo assim, um número bastante aceitável para a sua cilindrada. Um pouco maior do que as scooters de 150 cc, é perfeitamente "adaptável" a um adulto com 1,80 m ou pouco mais de altura.

Em comparação com a maxi-scooter da Suzuki, a Burgman 400 - sua concorrente mais direta, teoricamente, por assim dizer -, a Citycom tem algumas vantagens (e boas): preço (talvez, no Brasil, o item mais importante) e ser única na cilindrada oferecida (e que, para este porte, não precisa de mais). Além do mais, é montada em Manaus e as peças de reposição estão mais ao alcance do proprietário.
Foto: Revista Extreme

A Citycom tem preço sugerido de R$ 12.290,00 - menos que a metade do preço da Burgman, que é comercializada a R$ 26.900,00. Interessou-se? Vá à concessionária mais próxima e veja o que essa nova maxi-scooter tem a oferecer.
O link a seguir mostra testes feitos pela revista Motociclismo.

http://youtu.be/BHAZ9z7vFf4

6 comentários:

Joel_40 :-) disse...

Tenho uma Citycom há mais de um ano. Ótima moto. Só uma correção quanto ao consumo: 24 km/l é realmente o pior consumo dela. Meu consumo (moro em SP) gira em torno de 30 km/l

valiant vance disse...

If you are searching for a great gift for your children, I would strongly suggest maxi scooter. It is best to ride for hours outside and get great physical activity.

maxi scooter

Anônimo disse...

Essa citycom é cardan, corrente ou correia se der mande um vídeo de apresentação e detales da citycom 300i... Obrigadoaagradeco pela atenção e tenha um bom dia...

Anônimo disse...

Tenho uma citycom 300i o consumo e maior que os 24km. Mensionado faz 28.5 km

Moto disse...

Gosto muito desse blog e de todas ás postagens inclusive estou querendo comprar uma Suzuki Moto

Moto disse...

Suzuki Moto