quarta-feira, 4 de maio de 2016

Honda NC 750X, mais linda que nunca!

Bom, pessoal, que meu gosto por motos customs e big-trails é evidente, não se discute. Mas, tenho também uma queda muito grande pelas crossover, e esta da Honda é de dar choques no coração.



A NC 750X, lançada em 2015 no Brasil, em substituição à NC 700X, chega às lojas com a versão 2016 renovada, a partir da segunda quinzena de maio.
De cara, a Honda mudou alguns detalhes no conjunto visual da moto, que parece ter ficado maior e um pouco mais esportiva. O compartimento de cargas, que fica no lugar tradicional do tanque (de outros modelos de motos), foi aumentado para 22 litros. E, claro, o acesso ao tanque de combustível continua sob o assento, mas com a mesma capacidade, que é de 14,1 litros, sendo 2,9 lts de reserva.

Em relação ao peso seco da moto, variou em 1 kg - a nova versão pesa 210 kg. As dimensões da nova NC 750X, em comparação com a de 2015 são (C x L x A): 2.228 x 844 x 1.353 mm contra 2.209 mm x 850 mm x 1.284 mm.
O painel também sofreu uma pequena modificação, ganhando uma tela de LCD ligeiramente maior, a fim de facilitar a visualização de informações por parte do piloto.  Além da velocidade, o painel ainda traz informações sobre o consumo médio, consumo instantâneo e a autonomia. Ah, o piloto pode alterar a cor de fundo do visor. Legal, né? O para-brisas também  sofreu uma pequena modificação, ficando mais alto para melhor proteção aerodinâmica.



Todo o conjunto ótico da NC 750X é composto por lâmpadas de LED. Um reforço a mais para o sistema, além de "economizar" a bateria. E, para se enquadrar melhor nas regras do PROMOT, teve que ser feito um ajuste no mapeamento da injeção eletrônica e uma atualização no sistema de escape no modelo.
O motor continua com seus exatos 745 cm³, bicilíndrico e gerando 54,5 cv a 6.250 rpm, e torque de 6,94 kgf.m a 4.750 rpm. 

 As crossover são uma mistura sutil dos estilos big-trail com street, oferecem um visual "clean", mas esportivo e que delicia os olhos de quem vê. A NC 750X é uma moto linda por dentro e por fora, e dá a impressão de deslizar suavemente no asfalto. Ela, no entanto, não é uma off-road, pelo contrário. Ela ama estar sobre o asfalto, que é onde suas características mais se destacam. O novo modelo tem um preço meio amargo, concordo, mas está na faixa, segundo os padrões político-econômicos brasukas: R$ 36.500,00 é o preço sugerido pela Honda. 
Um motoabraço e ótimo dia a todos vocês, motors!  


2 comentários:

Anônimo disse...

...realmente , é muito dim dim .Praticamente , 50% são impostos. Se todo esse dinheiro se transformasse em saúde , educação etc , seria bom . E todos nós sabemos pra que buraco ( sem fundo) vai. Quanto a moto,só posso definir como :"sonho de consumo".Valeu!

Diego Caesar disse...

E uma linda maquina !!!