terça-feira, 3 de janeiro de 2017

HONDA CRF 1000L Africa Twin: a volta da lenda!

E aí, motors? Todo mundo muito bem? Ano novo, vida nova, é como dizem, não é? :) Nosso primeiro post do ano trata sobre a volta de uma lendária motocicleta da Honda, a Africa Twin. Um espetáculo de big trail!

Com dois prêmios conquistados pela Revista Duas Rodas (Moto do Ano 2017 e Moto do Ano 2017 cat. Adventure), a Africa Twin já chega com jeitão de vitoriosa, mesmo. O fato é que sua estrutura robusta, misturada ao propulsor de 999 cm³, traz ao piloto: maneabilidade perfeita no off-road (mesmo os radicais), conforto em longas distâncias e ótima ciclística nas cidades.


 

Aerodinâmica e Suspensão

 A Africa Twin possui um design projetado para obter a melhor aerodinâmica e contribuir para uma pilotagem versátil. A moto oferece agressividade para extremo off-road, conforto para viagens e agilidade na cidade.A suspensão dianteira Showa é do tipo invertida, com curso de 230 mm. Por ser ajustável, possibilita uma configuração ideal para diferentes terrenos ou preferência do piloto.
A traseira, Showa Pro-Link, possui 220 mm de curso, também regulável, e com fácil acesso ao ajustador da pré-carga de mola.



 

Motor e Transmissão

 O motor da Africa Twin é um bicilíndrico paralelo com 999,1 cc, cabeçote do tipo OHC Unicam, o qual é derivado das CRFs de competição (ah, taí a origem do nome completo dela!). É um motor mais leve e compacto, contribui para a distribuição do peso e no posicionamento ideal do centro de gravidade.




Produz potência máxima de 90,2 cv a 7.500 rpm e torque de 9,3 kgf.m a 6.000 rpm. Pode não parecer competitiva em relação à BMW GS 1200, ou uma V-Strom, ou uma Versys 1000, mas acaba “ganhando” final, devido ao seu peso ser menor (212 kg).
O câmbio de 6 marchas dá mais esportividade a essa big trail e a embreagem deslizante contribui para a segurança, garantindo estabilidade em reduções mais repentinas e emergenciais.
O tanque de combustível tem capacidade para 18,8 litros, sendo 3,6 lts destinados à reserva. O cárter tem capacidade para 4,9 litros de óleo (com a troca do filtro).



 

Freios

 A Africa Twin chega com ABS de série, com disco duplo de 310 mm na dianteira, e um simples de 256 mm na traseira. É possível controlar a frenagem da moto em qualquer situação, segundo o fabricante, evitando deslizes e imprevistos durante o passeio. Em situações de off-road, é possível desligar o ABS traseiro.


 

Tecnologia


A Honda aplicou tecnologia de ponta na renovada Africa Twin. Ela vem equipada com o HSTC (Honda Selectable Torque Control), ou, em português, Controle de Torque Selecionável da Honda. Este dispositivo oferece ao piloto 3 diferentes níveis de controle, além de permitir desligar o ABS da roda traseira, caso queira aventurar-se em off-roads radicais.




Para saber mais sobre o HSTC, assista ao vídeo da Honda, no Youtube, clicando no link no final desse artigo.

Acessórios


A Africa Twin pode sair da concessionária com alguns acessórios bastante legais, dependendo do que o proprietário vai querer: protetor de tanque - cor prateada, protege a carenagem da motocicleta e funciona como suporte para os Faróis de Neblina em LED. Preço sugerido: R$ 3.350,00. Top-box, bagageiro e encosto dorsal, por R$ 2.990. Malas laterais, por R$ 4.800,00. Parabrisa alto: R$ R$ 990,00. Cavalete central: R$ 1.430,00. Conjunto da obra: R$ 78.460,00 (incluindo o valor da moto, ainda não comentado).    :) 

Conclusão




A CRF 1000L Africa Twin reúne todos os atributos de uma big trail de sucesso. As possibilidades de ajuste das suspensões, somadas à tecnologia HSTC, dão a esta moto o status de “a melhor moto do ano, categoria Adventure” sem muita discussão, ou até que apareça outra melhor. Não estamos falando, aqui, de potência, e sim do conjunto versatilidade x conforto x segurança x maneabilidade.O valor é que não é tão convidativo a qualquer mortal: R$ 64.900,00. Mas, é de se pensar. :) Fora do Japão, o Brasil será o único país a produzir a Africa Twin.




Assista ao vídeo no link:


 Motoabraço e FELIZ 2017 A TODOS VOCÊS!!!   

2 comentários: