terça-feira, 4 de outubro de 2011

Dafra une-se à MV Agusta e à coreana Daelim

Em pouco tempo de atuação no mercado de duas rodas (o início da operação aconteceu em 2008), a Dafra Motos impôs um estilo arrojado de gerir seu negócio, pensando em produtos globais e fazendo diversas parcerias internacionais -- com a chinesa Haojue, a indiana TVS e a taiwanesa SYM. Agora no Salão Duas Rodas 2011, a empresa aproveitou para consolidar a parceria com a italiana MV Agusta e anunciar a coreana Daelim como nova aliada.
No caso da MV Agusta, a empresa brasileira montará no Pólo Industrial de Manaus, em sistema CKD (no qual a empresa matriz produz a peça em sua fábrica de origem e a exporta para a empresa que montará os veículos e a representará comercialmente em outro país), a superesportiva F4 1000 e as novas naked Brutale 1090R e 1090RR da marca italiana. Além disso, a Dafra será a representante da marca e nomeará os concessionários para o mercado interno.
Segundo Creso Franco, presidente da Dafra Motos, até dezembro serão abertas sete concessionárias MV Agusta em todo o Brasil. Quanto aos preços dos novos modelos, Franco fez mistério: "Na quarta, 5 de outubro, teremos uma entrevista com representantes da fábrica italiana. Só posso adiantar que os valores dos modelos vão ficar entre R$ 58.000 e R$ 65.000".

ESPORTIVA DE 250CC
Já a parceria com a coreana Daelim será de co-brand, como já ocorre com SYM e Haojue: os modelos Citycom 300i e Smart 125 saem com a marca das duas empresas. O primeiro fruto da parceria Dafra-Daelim será uma pequena esportiva de 250cc, a Roadwin 250R. De acordo com a Dafra, foram feitos exaustivos testes para adaptar o modelo às necessidades dos motociclistas brasileiros.

Equipada com motor de um cilindro, 249 cm³, duplo comando de válvulas no cabeçote (DOHC), refrigeração líquida e injeção eletrônica, a Roadwin 250R vem brigar com Kasinski Comet 250, Kawasaki Ninja 250R e a futura Honda CBR 250R, lançada neste salão.
Dotada de uma carenagem integral e conjunto óptico duplo, a Roadwin 250R aposta num visual bastante esportivo, porém o desempenho não acompanha. Capaz de oferecer 24 cavalos de potência máxima a 9.000 rpm, a 250cc pode chegar a 130 km/h, segundo informações da Dafra. A moto ainda conta com garfo telescópico convencional, na dianteira, e balança monoamortecida na traseira, além de freio a disco em ambas as rodas.

"Somos especializados em motos de 150cc, mas queremos crescer e atrair mais usuários para o universo de duas rodas. Com a Roadwin e os outros lançamentos queremos ampliar nossa participação, mas também conquistar novos motociclistas", afirmou Creso Franco, referindo-se a street Riva 150cc e a naked Next 250cc, outros dois lançamentos da Dafra no Salão Duas Rodas 2011.
A Dafra Roadwin 250R, entretanto, só deverá chegar às concessionárias da marca em fevereiro do próximo ano, nas cores vermelha e branca. O preço ainda não foi definido, mas os revendedores apostam em valores entre R$ 12.000 e R$ 15.000.
 

----------------------------------------------
Fonte: Infomoto e http://carros.uol.com.br

Nenhum comentário: