segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Honda CB 500X: boa de curvas, retas, urbanas e estradas

Personas muy camaradas, como están? :) Espero que todos estejam bem.

Esse post é sobre uma motoca que tá caindo no gosto de alguns motociclistas, especialmente, aqueles que estão migrando para uma cilindrada maior: a Honda CB 500X.
Ela é uma moto de design inspirado nas suas irmãs mais velhas, VF 1200 e na NC 700X, com um visual meio cruiser, meio naked, com porte de gente graúda.



Motor 

Seu motor de 470 cc, DOHC bicilíndrico e de 4 tempos, com refrigeração líquida, gera uma potência de 50,4 cv a 8500 rpm, e tem um torque máximo de 4,55 kgf.m a 7000 rpm. Com seu câmbio de 6 velocidades, desempenha um papel fundamental na economia de combustível. Com esses números, a CB500X só poderia mesmo ter uma excelente performance, tanto em trechos urbanos como nas estradas.

Combustível e Óleo

O tanque da CB500X tem capacidade para 17 litros, sendo 2,8 lts para a reserva. Em testes na estrada, a CB500X fez até 30 km/l, o que podemos tirar daí uma média de 25 km/l, aos 100 km/h. Isso lhe dá uma autonomia de mais de 420 km. 
O cárter tem capacidade para 3,2 litros, sendo que, normalmente, o proprietário irá gastar 2,7 litros quando não envolver troca do filtro.

Posição e pilotagem

O banco da CB 500X proporciona ergonomia e conforto, já que piloto e garupa ficam em uma posição elevada e natural, favorecendo as manobras mais emergentes, devido à liberdade de movimentos que se tem.

Suspensão e Freios

A CB500X foi desenhada para dar uma grande panorâmica ao piloto, especialmente, nas estradas abertas. Além disso, ela oferece também um controle muito grande por parte do piloto, para que ele não perca a confiança hora nenhuma.
A segurança da suspensão começa com a dianteira, com seu garfo telescópico de 140 mm de curso e traseira com o Pro-link de 118 mm.
Os freios são a disco, ABS com 320 mm na dianteira e 240 na traseira.

Preço

Não se pode dizer que a CB500X seja uma moto cara, no Brasil. Sua faixa de preço antecede os R$ 30 mil e, pelo que ela oferece, está dentro dos limites. O que a ajuda, no entanto, é o alto valor que o dólar atualmente apresenta, o que deixa as importadas mais caras.

Está aí uma excelente escolha! Uma motocicleta bonita, boa de estrada, boa na cidade e também manjadora de boas curvas. A relação custo x benefício está na faixa aceitável e o proprietário terá uma moto bem atual por muito tempo.

Motoabraço e boa sorte!


Nenhum comentário: