terça-feira, 13 de abril de 2010

Grupo Izzo reverte medida cautelar

--------------------------------------------------------



Após quase um mês de silêncio o Grupo Izzo, representante da marca Harley-Davidson no Brasil há 17 anos, anuncia que reverteu a quebra de contrato do último dia 15 de março. Mês passado, a Harley-Davidson Motor Company obteve uma medida cautelar que antecipava a quebra de contrato com o Grupo Izzo, tendo assim cassado o direito de venda das motos da marca americana no País, entre outros motivos, porque estaria a prejudicando com a ausência de peças de reposição em estoque e a comercialização de motos consideradas concorrentes. De acordo com a decisão do 26º Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo o contrato com o Grupo Izzo seria encerrado em 120 dias, mas o julgamento para uma decisão definitiva naquela instância seria mantido. Ao recorrer da medida cautelar, o Grupo Izzo reverteu a decisão que antecipava o fim do contrato e agora ambas as partes aguardarão o julgamento ou o fim do contrato atual, que se dará em 2015 (o que ocorrer antes).

No comunicado distribuído pelo Grupo Izzo à imprensa, a representante da marca afirma ter se surpreendido com a decisão da Harley-Davidson de recorrer ao Judiciário para abreviar o contrato vigente. Admite que já esperava que a matriz quisesse assumir o controle das operações no Brasil e já havia conversas para “abreviar o contrato”, de forma que essa negociação “reconhecesse os acordos existentes e as contribuições de todos para o sucesso da marca no país”. Quanto às alegações de falta de peças em estoque e venda de motos consideradas concorrentes o Grupo Izzo, por meio da assessoria de imprensa, se defende alegando demora no recebimento dos pedidos de peças à matriz e que já havia se adequado à exclusividade prevista em contrato, ao separar as lojas Harley-Davidson das que comercializam as marcas Triumph, Ducati, Benelli e outras representadas pela empresa.

Veja abaixo a íntegra do comunicado do Grupo Izzo (clique para ler).




Nenhum comentário: